quarta-feira, 19 de julho de 2017

Elvis Presley - Greensboro '77

Mais um título divulgado a ser lançado no mercado americano. Trata-se de "Greensboro '77". O CD do selo Ragdoll label trará o show que Elvis realizou na cidade de Greensboro em 21 de abril de 1977. Em relação a esse lançamento temos uma boa e uma má notícia para os colecionadores. A boa novidade é que se trata de uma apresentação inédita, considerada por muitos como um dos melhores concertos realizados por Elvis nessa turnê. A má notícia é que o CD será lançado com qualidade "Audience", ou seja, através de material gravado originalmente no meio da plateia, com todos os problemas de qualidade a que estamos de certa maneira acostumados.

Em termos de repertório poderíamos dizer que se trata de um show de rotina, pois Elvis em pouco inovou na seleção das músicas. Depois da introdução com as costumeiras "Also Sprach Zarathustra / See See Rider / I Got A Woman / Love Me", Elvis canta uma versão OK de " If You Love me Let Me Know" que iria fazer parte de seu último álbum, "Moody Blue". Outra canção que se destaca é "And I Love You So". A bela balada do disco "Elvis Today" aos poucos foi se firmando no set list dos concertos por essa época. Infelizmente seus antigos rocks clássicos não tiveram versões muito boas. O medley "Teddy bear - Don't Be Cruel" soa um pouco cansado, embora as músicas em si sejam à prova de falhas. "Jailhouse Rock" é apenas uma sombra da gravação clássica e "Little Sister" é uma mera introdução. De qualquer maneira as versões de "My Way", "Early Mornin' Rain", "Hurt" (do From Elvis Presley Boulevard) e "How Great Thou Art" puxam a qualidade lá para cima. Em um tempo em que Elvis vinha enfrentando diversos problemas de saúde, emocionais, etc, esse registro prova que ele ainda era capaz de belos momentos no palco, diante de seu querido público.

Elvis Presley - Greensboro '77 (2017)
Also Sprach Zarathustra / See See Rider / I Got A Woman / Love Me / If You Love me Let Me Know / You Gave Me A Mountain / Jailhouse Rock / O Sole Mio / It's Now Or Never / Little Sister / Teddy bear - Don't Be Cruel / And I Love You So / Fever / My Way / Introductions / Early Mornin' Rain / What'D I Say / Johnny B Goode / Introductions (Incomplete) / Hurt (With Reprise) / Hound Dog / Funny How Time Slips Away / How Great Thou Art / Little Darlin' / Can't Help Falling In Love / Closing Vamp.

Pablo Aluísio. 

6 comentários:

  1. Elvis Presley - Pablo Aluísio
    Elvis Presley - Greensboro '77 (2017)
    Todos os direitos reservados.

    ResponderExcluir
  2. Duas coisinhas:

    Sobre esses inicios dos shows com Also Sprach Zarathustra / See See Rider / I Got A Woman, o Erick Steve já debulhou essa mesmice em um post pra lá de iconoclasta.

    Sobre And I Love You So nos shows acontece uma coisa estranha. Na gravação de estúdio do Elvis para esta música a vocalização do Elvis é perfeita, mas ao vivo, eu não sei se o tom é mais baixo, ou se ao vivo a coisa pega, mas na parte "The day you took my hand" o "my hand" fica muito baixo ao ponto Elvis quase desafinar e meio aliviado olhar para o J. D. Sumnner e dar um sorriso amarelo.

    A verdade é que o tom que o Elvis canta é o tom do Perry Como, que como barítono é muito mais perfeito que o Elvis com baixos muito mais definidos aos moldes do Sinatra.

    Uma explicação para a que essa dificuldade não apareça na gravação de estúdio é que o Elvis a tenha gravado pelo menos meio tom acima.

    ResponderExcluir
  3. Via de regra Elvis se cercava de um grande grupo de vocalistas de apoio para aguentar as agendas puxadas de shows. Ele usava não raro três ou até quatro grupos vocais em cada apresentação. Eles obviamente estavam lá não apenas para fazer o coro, etc, mas também para suprir eventuais falhas de Elvis.

    ResponderExcluir
  4. É verdade e justiça seja feita: o Elvis não era um barítono puro, mas um barítono/tenor, ou seja, com maior capacidade para os tons agudos, altíssimos, como provou por diversas vezes.

    ResponderExcluir
  5. Elvis era um barítono versátil. Tanto que ele conseguia transitar bem em praticamente todos os gêneros musicais. Ia do blues ao country, do rock ao pop, sem fazer muito esforço.

    ResponderExcluir
  6. No palco ele tinha o JD Sumner e o Stamps Quartet, mas no disco Today ele tem (agora na And I Love You So eu não vou lembrar, e olha que eu tava lendo a capa ontem quando filmava o meu Today pra colocar no you tube hoje a noite) grupo vocal Hollydays e Voice

    ResponderExcluir